Agenda Cultural



Aliquam ac dui vel dui vulputate consectetur. Mauris accumsan, massa non consectetur condimentum, diam arcu tristique nibh, nec egestas diam elit at nulla. Suspendisse potenti. In non lacinia risus, ac tempor ipsum. Phasellus venenatis leo eu semper varius. Maecenas sit amet molestie leo. Morbi vitae urna mauris. Nulla nec tortor vitae eros iaculis hendrerit aliquet non urna. Nulla sit amet vestibulum magna, eget pulvinar libero.

Nossas Dicas Culturais


Museus e Passeios – Museu de Astronomia e Ciências Afins.

Museu une diversão e aprendizado em programação infantil.

Sinopse: Resgatando a história científica e tecnológica do Brasil, ao mesmo tempo em que promove a divulgação e a educação em ciências, o Museu de Astronomia e Ciências Afins oferece um espaço de múltiplas atividades.

Na programação deste mês, a criançada pode observar as galáxias, planetas e estrelas a partir de telescópios e lunetas em visitas orientadas por mediadores. No Planetário, a instituição oferece estudos sobre o sistema solar e outro sobre a mitologia grega associada às constelações, tudo isso sob um céu estrelado, que é projetado dentro de uma cúpula inflável.

Rua Gael Bruce, 586 – São Cristóvão – Rio de Janeiro

Museu Arte do Rio – MAR

Sinopse: O Museu de Arte do Rio promove uma leitura transversal da história da cidade, seu tecido social, sua vida simbólica, conflitos, contradições, desafios e expectativas sociais. Suas exposições unem dimensões históricas e contemporâneas da arte por meio de mostras de longa e curta duração, de âmbito nacional e internacional. O museu surge também com a missão de inscrever a arte no ensino público, por meio da Escola do Olhar.

Praça Mauá, 5, Centro – Rio de Janeiro/RJ – (21) 3031 2741

Museu do Amanhã

Sinopse: O Museu do Amanhã é um espaço de convivência. Um espaço de diálogo, de troca de saberes, aprendizado, reflexão e conhecimento.O Programa de Educação do Museu do Amanhã tem capacidade para receber 90 mil pessoas por ano, com o desafio de que cada uma das visitas seja um encontro para refletir juntos sobre os amanhãs possíveis. Conta com uma equipe interdisciplinar para a realização de visitas mediadas e escolares e propõe eixos temáticos para o debate dos professores com os alunos, trazendo as questões abordadas no Museu, sua arquitetura, a Baía de Guanabara e a região histórica do entorno.

Praça Mauá, 1 – Centro, Rio de Janeiro – RJ – CEP: 20081-240

Bosque da Barra

Para quem gosta de passear ao ar livre, uma boa opção é o Bosque da Barra, localizado no Km 6 da Avenida das Américas. O parque é uma das áreas verdes mais visitadas da região e conta com um lago cercado por árvores, alamedas, quadras de vôlei, campo de futebol, gramados, playgrounds e churrasqueira de pedra. O melhor de tudo é que é um local limpo e organizado, com um mapa logo na entrada. Ideal para aproveitar uma manhã ensolarada com a família ou fazer um piquenique.

Av. das Américas 6000, Barra da Tijuca

Tel.: (021) 2503-2779

Horário: de terça à domingo de 7h às 17hs

Informações: O parque possui vegetação típica de praia, comum no litoral brasileiro. A flora serve como refúgio para pássaros e pequenos animais. Possui lagoas naturais, pista para cooper, ciclovia, campo de futebol e área para piquenique.

Museu do Trem

Rua Arquias Cordeiro 1046, Engenho de Dentro

Tel.: (021) 2269-5545

www.rffsa.gov.br/principal

Preço: – entrada franca

Horário: – de terça à sexta de 10h às 12hs, e de 13:30 às 16hs e sábado de 13h às 17hs.

Informações: No pequeno acervo estão vagões utilizados por D. Pedro II e Getúlio Vargas e a maria-fumaça Leopoldina (1854), primeira locomotiva do Brasil e um dos dois únicos exemplares do mundo.

Museu Casa do Pontal

A Casa do Pontal abriga cerca de 8.000 obras de 200 artistas brasileiros, de diversas regiões do país (produção feita a partir do século XX). A exposição permanente reúne, em 1.500 m² de galerias, obras representativas das variadas culturas rurais e urbanas do Brasil, apresentadas tematicamente, envolvendo atividades cotidianas, festivas, imaginárias e religiosas. Outra questão interessante é a reforma que acaba de ser concluída: modernização das galerias de exposição permanente e a inauguração de instalações complementares, que incluem um auditório, uma sala para exposições temporárias e uma cafeteria. O Museu oferece atividades realizadas sob agendamento prévio como as visitas monitoradas para grupos (nacionais e estrangeiros), e as visitas teatralizadas, esta com apresentações musicais e encenações, que trabalham explorando o universo das obras do acervo.

www.bpa.com.br

Espaço Cultural da Marinha

O espaço abriga exposições permanentes sobre navegação e os visitantes podem passear pelo submarino-museu Riachuelo atracado no cais e pelo helicóptero-museu SH-3. Inaugurado em 1996, possui uma programação intensa para todas as idades. No prédio central o visitante irá conhecer a Galeota Imperial de D. João VI, a História das Navegações, a Arqueologia Subaquática e a Coleção Alves Câmara.

Centro Cultural Banco do Brasil

Sessão Criança – exibição de filmes para o público infanto-juvenil, falados ou dublados em português, com sorteio de brindes pedagógicos.

Horários: sábados e domingos, às 12:00.

Ameríndios do Brasil - Antropologia da beleza

Chega ao Rio no dia 26 de outubro (sábado), na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, a exposição inédita na cidade Ameríndios do Brasil - Antropologia da beleza, do fotógrafo e indigenista Renato Soares, uma realização da produtora amazonense Dabacuri Projetos e Produções, com patrocínio da CAIXA e do Governo Federal. A abertura da mostra ocorre a partir das 16h e contará com a presença do fotógrafo para um bate-papo com o público sobre suas viagens realizadas nos últimos 25 anos.

Os visitantes ficarão frente a imagens impactantes da população indígena brasileira captadas pelas lentes de Renato Soares, que vem registrando a ancestralidade e a diversidade das tribos do Brasil desde 1986. São 40 fotos em exposição, resultado de expedições fotográficas que já levaram o artista mineiro a mais de 44 localidades de norte a sul do país.

Ameríndios do Brasil - Antropologia da beleza leva o público a uma imersão no habitat, costumes e cores, retratando tribos como as do Xingu, com suas mais de 14 etnias, em uma legitima contribuição à preservação da memória cultural do povo brasileiro, integrando a construção de um grande acervo etnofotográfico. Além da beleza estética, a mostra leva a reflexões sobre a luta dos indígenas para manter sua identidade viva e reconhecida.

Data: 26/10/2019 a 22/12/2019

Horário: de terça-feira a domingo, das 10h às 21h

Local: Galeria 3

Valor do Ingresso: Entrada franca

http://www.caixacultural.gov.br/SitePages/evento-detalhe.aspx?uid=6&eid=2427

X