Grupo IV


Culinária experimental - bolo de milho

Como afirma o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, “o trabalho com as ciências deve estar voltado para a ampliação das experiências das crianças e para a construção de conhecimentos diversificados sobre o meio natural e inclui os conhecimentos sobre a nutrição”. Assim, deve-se levar em conta a capacidade das crianças de refletir, descobrir e construir seus próprios saberes, a partir de experimentos, que lhes provoquem curiosidade e incentivo à criatividade. Conversando com as crianças sobre a diversidade de alimentos, percebemos que poderíamos tratar do assunto de maneira lúdica. Combinamos de nos encontrar com a nutricionista Rosani, no refeitório da escola, para promovermos uma vivência com os pequenos. Apresentamos os ingredientes que seriam utilizados na feitura de um bolo de milho e falamos sobre suas propriedades nutricionais. Antes de iniciar a atividade, reunidas em roda, as crianças argumentaram que o milho é o alimento preferido das galinhas e, desta forma, relacionamos a questão da alimentação com o estudo sobre as aves.

O que já vinha ocorrendo, em sala, neste semestre. Ao longo da proposta, vimos o interesse e a animação que as crianças demonstraram diante deste assunto. Muitas quiseram experimentar e colocaram a mão na massa, misturando os ingredientes, comparando os alimentos, fazendo medições de proporções matemáticas e observando diferentes texturas e cheiros. Até que alguém quis saber: “mas como pode essa massa tão molinha virar um bolo grande?” Um outro amigo “matou a charada” e disse: “ é porque, quando tudo isso entrar no forno, o fogo quente vai misturar tudo e transformar no nosso bolo”. Vamos ver como ficaram as nossas fotos?

Copa do Mundo

O mês de junho nos permitiu vivenciar experiências atípicas em nossa sala de aula, devido ao evento da Copa do Mundo, realizado em nosso país. Durante este acontecimento, pudemos perceber o envolvimento, interesse e alegria das crianças em compartilhar informações sobre os jogadores, times de futebol, bandeiras, países, entre outros. Imbuídos neste clima, oferecemos atividades diversificadas, tanto individuais, quanto coletivas, abordando conteúdos variados, como: escrita, recorte, colagem, matemática e jogos.

Através da realização destas propostas, conseguimos observar a dedicação, entusiasmo e empenho por parte das crianças, reproduzindo as tarefas com eficiência. Seguem alguns exemplos de atividades realizadas com o grupo: – Nomeação dos jogadores da seleção brasileira, com a colaboração do funcionário Pelé, muito querido pela turma; – Confecção em mosaico da Bandeira do Brasil; – Significado dado pelas crianças das palavras Ordem e Progresso, a partir do questionamento feito pela professora; – Marcação do placar a cada jogo; – Construção das bandeiras dos nossos adversários; – Construção de uma maquete de um campo de futebol, com a foto do rosto das crianças e a confecção do corpo, formando uma seleção; Vivenciamos momentos alegres, festivos e de grande aprendizagem junto à Turma do Pão de Açúcar. Dá-lhe Brasil! Até a próxima.

O desenho

Acompanhar o desenvolvimento de uma criança é fascinante e o ato de desenhar não pode ser coadjuvante na Educação Infantil, porque ocupa um lugar importante em seu desenvolvimento cognitivo, emocional e social. Antes de desenhar, muitas ações e interações da criança no mundo, com adultos e outras crianças, darão base para produzir algo que pode ser visto como desenho. Rabiscos, garatujas e desenhos são diferentes formas de expressão das crianças. No início, os rabiscos e as garatujas mostram formas desordenadas, mas já são consideradas uma expressão da criança. Depois, os desenhos mais ordenados e nomeados apresentam um comportamento mais amadurecido.

A atividade do desenho traz a liberdade para que a criança descubra suas possibilidades de ação criativa e deve ser estimulada e valorizada pelo adulto. As obras de arte são incluídas como fontes, que colaboram no desenvolvimento do desenho, porque quando a professora mostra desenhos de artistas, também dará informações aos pequenos. Eles continuarão fazendo desenhos infantis a partir do que eles são capazes de ver e compreender. Na Tic Tic Tac promovemos situações e propostas para que as crianças estabeleçam relações entre seus desenhos e os desenhos existentes, tanto de crianças como de artistas.




Grupos


BA

BERÇÁRIO

I

GRUPO I

II

GRUPO II

III

GRUPO III

V

GRUPO V

X